As Brumas de Avalon 
Sites Grátis no Comunidades.net Hospedagem de Sites com cPanel, Domínio, Emails, PHP, Mysql, SSL grátis e Suporte 24h
Magia Prática
Magia Prática

ACREDITAR NA MAGIA

 

Como um feiticeiro público conhecido, Oberon, viaja por todo o mundo ministrando oficinas e apresentações pessoais. Foi entrevistado por editoras de livros, revistas, jornais, rádios e programas de TV. E uma das questões que mais ouve é: “Você realmente acredita em magia?”. Essa questão sempre o espanta (e me espanta também). Quer dizer, ninguém fala em acreditar em coisas que fazem parte da realidade cotidiana. Ninguém pergunta se você acredita em carros, televisão, ou árvores, eles simplesmente estão ali. Bem para mim, Oberon, é o mesmo com a magia. Eu vivo a magia. Todos os dias, todos os momentos, em cada ação, estou vindo de um lugar mágico e a magia está passando por mim. Meus pensamentos são mágicos, meus sonhos são mágicos, a criação de uma peça de escultura sagrada é pura magia. A organização de meus pensamentos e conhecimentos de magia na criação deste Grimório para você é também um grande ato de magia. E nesse momento, escrevo estas mesmas palavras por magia. Conforme o mecanismo de busca de minha mente escolhe as palavras apropriadas da vasta biblioteca de experiência e formação em meus bancos de dados, meus dedos automaticamente digitam as teclas certas em meu teclado e as palavras de meus pensamentos aparecem magicamente na tela, diante dos olhos.

 

Por isso normalmente respondo mais ou menos assim: “Você acredita no Amor?”. Mas mesmo assim há pessoas que não acreditam no Amor. Não se pode esperar que elas acreditem em Magia.

 

 

POR QUE ESTUDAR MAGIA?

(por Sheila Attig, da HOME cooking, 97)

 

O caminho da Feitiçaria não é para qualquer um. Exige extraordinária honestidade, dedicação, persistência e um profundo compromisso de mudar. A magia real exige uma personalidade fundamentalmente equilibrada e um desejo de enfrentar os desafios do crescimento acelerado. A decisão de embarcar no Caminho Mágico nunca deve ser tomada com leviandade, pois uma vez iniciado, não há como voltar. É uma decisão de confiar em sua experiência individual e de assumir a responsabilidade por todas as áreas de sua vida

 

Invocar é evocar, e as pessoas que pensam em iniciar esse Caminho escolheram acelerar o desenvolvimento e a resolução de todas as coisas em sua experiência de vida a fim de liberar o Caminho para se concentrar no Caminho Mágico. Desde o início, o estudante perceberá que as lições que mais precisa aprender são dadas com espantosa clareza. Ao longo do Caminho, muitos testes e dificuldades únicas para o Caminho Mágico serão apresentados. A capacidade de aprender com essas experiências e seguir em frente é a verdadeira medida da iniciação.

 

Diferentemente da maioria das religiões, a magia não tem código de leis central escrito e não oferece rotas alternativas. As leis pelas quais opera são uniformes, mas descobertas apenas com a experiência direta. Começar de fato, portanto, é se comprometer a toda uma vida de descoberta e sacrifício sem reservas. Para os poucos, que têm a honestidade e a coragem de escolher esse Caminho, não há volta. Assim que começar, você pode até parar de praticar, mas as lições continuarão a ser dadas pontualmente em sua vida. Ao se abrir ao mundo interior, abre-se o caminho da mudança nos níveis mais profundos. Sem a coragem de confrontar e mudar todos os aspectos desse mundo interior  que serão apresentados, o risco de confusão e ilusão é grande. Empreender esses estudos sem o fundamento de uma personalidade equilibrada e um conhecimento claro dos aspectos melhores e piores do Eu pode pôr em risco a sua sanidade. Até que você saiba exatamente quem é, por que assumir esse risco? A magia tem um modo de trazer de volta coisas antigas, que devem ser resolvidas antes que o trabalho sério possa começar e muitos que se aproximam dela decidam parar logo na primeira experiência. Nem todos encontrarão conseqüências medonhas, imediatamente, ao escolher o Caminho Mágico. Para aqueles que o escolhem com justiça, a velocidade em que as coisas se resolvem na vida será percebida com uma sensação distinta de alívio.

 

A magia é poderosa, mas é loucura usá-la como parte de uma busca por poder pessoal. Se você ser um senhor e não um servo, a magia não é para você. Antes de começar, pergunte a si mesmo: “O eu pretendo saber com minha magia?” Não se engane, a única resposta verdadeira para os feiticeiros reais é: “Desejo servir – ao Espírito e à humanidade – e estou disposto a assumir os riscos para completar esse serviço”.

Translate this Page
Enquete
Qual sua idade?
até 20 anos
20 a 40 anos
40 em diante
Ver Resultados




ONLINE
2





Partilhe esta Página