As Brumas de Avalon 
Sites Grátis no Comunidades.net
Incesto na Lemúria
Incesto na Lemúria

INCESTO NA LEMÚRIA

Na Raça Lemuriana, graças à presença e ao trabalho da Hierarquia dos Assuras, foram criadas condições para que futuramente o homem comum pudesse ter a possibilidade de alcançar a Perfeição, transformando-se num verdadeiro Adepto da Boa Lei. Os Seres extraordinários que vieram a lograr tão grandiosa Vitória são chamados de Adeptos Independentes. Tal fato aconteceu em virtude do trabalho iniciado pelo chamado Dragão de Ouro, que começou a sua missão a favor da evolução da Hierarquia Jiva com 111 Membros, ficando 666 Makaras funcionando subjetivamente como cobertura espiritual. Um mesmo número de Hierarcas polarizou-se como oposição.

Na Lemúria também se deu esse incesto entre os chamados “Cabeças Estreitas” e certos animais. Tal aconteceu em virtude de naquela fase as formas dos homens lemurianos serem ainda muito rudimentares. Devido a isso foi possível o cruzamento e reprodução de homens com animais de que resultaram os atuais antropoides, persistindo como carma pendente da Humanidade. Para evitar que semelhantes aberrações prosseguissem, a Lei providenciou o aceleramento do desenvolvimento biológico dos homens de tal maneira que as estruturas físicas de homens e animais se distanciassem entre si impedindo a proliferação. Foi proporcionada ao Homem de então uma organização endócrina mais aprimorada que bloqueou qualquer tipo de reprodução indevida. Assim, houve duas espécies de incesto, uma ocorrida na Lemúria e outra, muitos milênios depois, na Atlântida, a saber:

a) Na Lemúria houve incesto entre Assuras de determinada categoria unindo-se com certos animais de que resultaram os antropoides.

b) Na Atlântida houve incesto entre os Assuras e as mulheres da Hierarquia Jiva de que resultou a geração dos chamados Giborins ou Goins (Golias…), criaturas que provocaram o fim da civilização atlante devido ao mau uso dos poderes divinos que herdaram dos seus progenitores.

PECADO DOS FILHOS DOS DEUSES

O chamado “comércio sexual dos deuses com as filhas dos homens” gerou profundo desequilíbrio na civilização atlante, tanto no aspecto genético como psicológico e espiritual. Os rebentos gerados por essa união ilícita eram chamados Gigantes, por serem portadores de um mental e de um poder psíquico muito superiores aos dos homens comuns. Os Gigantes ou Goins acabaram fazendo uso indevido das faculdades divinas transformando os homens em seus escravos, em franco desafio às Leis do Pramantha. Os Senhores das “Faces Negras” possuíam a Sabedoria dos Deuses, herdada de seus Pais Assuras, e a Maldade Humana, herdada de suas Mães Jivas. Quando os Poderes Divinos são mal utilizados transformam-se sempre em Magia Negra da pior espécie, e foi o que ocorreu em grande escala naquela época sombria.

O MAU USO DOS SIDHIS

O mau uso dos Poderes proporcionados pela Sabedoria Divina constitui-se em Magia Negra, ou seja, o mau uso dos Sidhis. Razão pela qual as Regras da Fraternidade Branca proíbem terminantemente o uso desses Poderes a não ser para determinados fins e por pessoas de estirpe espiritual superior, a fim de não se repetirem os crimes de lesa-evolução do Passado. Em virtude disso, é que o verdadeiro discípulo não aspira aos Poderes e sim à Sabedoria. É muito triste vermos como atualmente esse sector do Ocultismo está sendo difundido e explorado. Graças aos Deuses que os «grandes poderes mágicos» apregoados na praça pública não passam de simples charlatanismo.

 

Translate this Page
Enquete
Qual sua idade?
até 20 anos
20 a 40 anos
40 em diante
Ver Resultados




ONLINE
6





Partilhe esta Página