As Brumas de Avalon 
Sites Grátis no Comunidades.net
Herança dos Deuses
Herança dos Deuses

HERANÇA DOS DEUSES

Conforme vimos anteriormente, 666 Assuras recusaram manifestar-se naqueles corpos Jivas achando tais veículos indignos da sua Hierarquia, o que não deixavam de ser. Contudo, para que tais formas evoluíssem era necessária haver Essência Espiritual a animá-las, conforme determinara o Eterno na sua Sabedoria. Tal determinação comprovou-se certa com a experiência efetiva, pois aqueles seres em quem os Assuras manifestaram-se com o passar do tempo transformaram-se em Arhats, enquanto os demais evoluíram muitíssimo mais lentamente com constantes retardos.

Se 666 Assuras recusaram cumprir os desígnios da Lei, 111 deles o fizeram livremente assim cumprindo o seu dever. Foi através desses 111 que os Suras Matra-Devas, com o passar do tempo, puderam desenvolver o princípio da Egoidade, o que ocorreu já no final da terceira Raça Lemuriana. Graças a esse sacrifício é que o Jiva logrou alcançar realmente o estatuto de ser humano que um dia se elevará ao nível de Jivatmã, ou seja, de Jiva portador do sétimo estado de consciência que é o Átmico. Segundo JHS, os Jivas lemurianos eram andróginos mas sem consciência da sua origem espiritual, e por isso foi necessária a intervenção de outras Hierarquias para eles poderem alcançar a consciência dos seus Progenitores.

Os Pitris Venusianos ou Kumaras (Assuras) e os Pitris Solares ou Agniswattas, foram os primeiros Instrutores da Humanidade em formação, e para puderem cumprir a sua missão necessariamente tiveram de manifestar-se naqueles corpos primitivos muitíssimo aquém das suas dignidades e Hierarquias. Segundo as diversas teogonias, eles deixaram marcas indeléveis da sua passagem na História da Civilização, cujos efeitos benéficos sentimos até hoje por serem valores eternos. Os Agniswattas, como o próprio nome indica, são os Senhores ou Portadores do Fogo. Graças a essa característica legaram-nos o uso do Elemento Fogo, sem o qual não se poderia pensar em forjar uma civilização como a entendemos. Quanto aos Assuras, proporcionaram-nos a Inteligência, sem a qual poderíamos ser tudo menos homens.

OS VERDADEIROS CONSTRUTORES DA HUMANIDADE

Segundo os mais elevados conhecimentos sagrados, os 777 Ciclos normais são regidos pelas Leis do Pramantha que dirigem a marcha evolucional das Mônadas na Face da Terra. Essas Leis são determinadas pelos Criadores da Humanidade. Na fase em que a Humanidade atingiu a 3.ª Raça-Mãe Lemuriana, formou-se na Terra a Raça dos Eleitos de que falam as Escrituras Sagradas. Tratouse de um dos maiores mistérios da Humanidade. A Raça dos Eleitos veio para a Face da Terra por um processo imaculado, segundo as Estâncias de Dzyan. Esses Seres extraordinários são os chamados Manasaputras. Até então a Humanidade ainda não tinha forma definida, era uma Alma Coletiva governada do Alto. Contudo, à medida que os corpos foram se solidificando, as Consciências do Alto foram manifestando-se nesses corpos imaculados que eram os dos verdadeiros Filhos da Yoga ou Filho da Mente, tanto vale. Os Manasaputras são os Reis Divinos imortais que até hoje, ocultamente, representam o paradigma da Evolução Humana. A partir da presença desses Excelsos Seres na Terra, é que se deu início à construção de uma verdadeira Humanidade de seres pensantes.

Translate this Page
Enquete
Qual sua idade?
até 20 anos
20 a 40 anos
40 em diante
Ver Resultados




ONLINE
6





Partilhe esta Página