As Brumas de Avalon 
Sites Grátis no Comunidades.net Criar um Site Grátis Fantástico
Fundamentos da Magia
Fundamentos da Magia

“Qualquer ciência suficientemente avançada é indistinguível da magia” (Arthur C. Clark)



PERSPECTIVA, REVERÊNCIA E HUMILDADE 
(por Bob Grantrix)



Tornar-se um feiticeiro é algo que pode ser ilusório. Algumas pessoas que se sentem atraídas pela idéia de se tornar um feiticeiro desejam obter poder ou impressionar os outros. Mas um feiticeiro de verdade começa seu aprendizado com o entendimento de que qualquer ser humano, não importa seu grau de conhecimento e poder, ainda é um ser pequeno e temporário em um Universo que, acredita-se, tem 14,1 bilhões de idade e que mede aproximadamente 88 quadrilhões de milhas de largura.



À medida que o conhecimento do feiticeiro aumenta, ele distingue cada vez mais que o relacionamento apropriado com o vasto e misterioso Universo se dá por meio do respeito, da humildade e da reverência. É algo surpreendentemente belo e precioso o fato de nós, humanos termos consciência e sermos capazes de nos desenvolver, como fazemos, em personalidades tão complexas, acumulando conhecimento e habilidades como a Feitiçaria.



Ser um feiticeiro é reconhecer que tudo está vivo e tudo está ligado. Falaremos mais a respeito disso mais adiante. O que isso significa é que a orientação apropriada a todas as coisas, isso inclui outras pessoas, é respeito e humildade. Um feiticeiro de verdade não se sobrepõe a outras pessoas ou busca chamar atenção só porque obteve um pouco de conhecimento. Lembre-se sempre de que ainda que tenhamos aprendido muitas coisas, que sejamos muito habilidosos na arte da Feitiçaria, aquilo que não sabemos ainda é bem mais vasto do que o que conhecemos.



A vida é, entre outras coisas, um processo. Na condição de nosso ser, vivenciamos e observamos que um ciclo de mudança e transformação está acontecendo. Um estado partilhado de ser e se tornar. Um feiticeiro trabalha com criação, e seus instrumentos são essencialmente os da percepção, autoconhecimento e lei natural. Os dedos de um feiticeiro podem tocar o coração da própria Vida e conhecer tanto seus poderes quanto suas fraquezas. O equilíbrio cuidadoso em todas as coisas em desenvolvimento. Nesse conhecimento, reside o potencial para a transformação e aceleração dos processos naturais que estão em progresso. Essas transformações são a essência da magia e da criação, elas promovem a vida e atos corajosos que podem trazer pequenos e grandes desafios. É a habilidade de proferir os encantamentos mágicos que afasta o tormento daqueles que estão perturbados, a habilidade de levitar aquilo que está caindo, a energia e a visão para remover aquilo que bloqueia o fluxo daquilo sobre o qual a vida opera. É por causa de tudo isso, e muito mais, que o feiticeiro cria rituais para que qualquer quantidade de pessoas possa partilhar da expressão de sua habilidade e dignidade diante dessas forças vitais.



Nossas vidas são a nossa obra mais íntima de criação, e como escultores, criamos belas imagens de quem nós representamos para o mundo. Temos alguma noção de nossa visão superior, de nosso EU, uma familiaridade com a dádiva gloriosa que trazemos para o mundo, e nossa esperança de celebrar em tudo o que somos sob esse Sol dourado. Enquanto estamos envolvidos nessa obra criativa, se desejamos continuar a crescer, devemos nos afastar de vez em quando para verificar como estamos progredindo. Precisamos ver o que deve ser mudado em nossa evolução pessoal. Precisamos sondar com profundidade os conceitos e crenças que aceitamos como verdadeiros e desafiar aquelas idéias com o que agora conhecemos a nosso respeito, fazendo quaisquer ajustes que sejam apoiados por nosso autoexame.



Procuramos por padrões que definam os temas que estão em operação dentro de nós, para que possamos ver quem somos nós e o que estamos nos tornando. Procuramos por padrões em nosso comportamento e perspectivas que nos ligue àquilo que estamos manifestando. E usamos esses mesmos poderes de avaliação e recepção exteriormente, de modo que a essência daquilo que nos cerca possa ser reconhecida pelo que ela é de fato.

Translate this Page
Enquete
Qual sua idade?
até 20 anos
20 a 40 anos
40 em diante
Ver Resultados




ONLINE
1





Partilhe esta Página