As Brumas de Avalon 
Sites Grátis no Comunidades.net
Apogeu da Civilização Lêmure-Atlante
Apogeu da Civilização Lêmure-Atlante

APOGEU DA CIVILIZAÇÃO LÊMURE-ATLANTE - SIMULTANEIDADE RACIAL

A grande maioria da Humanidade, com exceção dos retardatários, acompanha a lenta marcha evolucional da Terra. Segundo JHS, uma Raça não se caracteriza somente pelo seu aspecto físico, mas principalmente pelos seus valores morais e espirituais, ou seja, pelo estado de Consciência coletivo. No momento, existem evoluindo no nosso Globo seres de descendência pertencente às mais diversas Raças passadas, em conformidade aos seus valores intrínsecos. Alguns vivem intensamente o Emocional como legítimos herdeiros dos lemurianos, outros mais com o Mental Concreto que caracterizou os atlantes, enquanto só uma pequena minoria é senhora do estado de Consciência relativo ao Futuro. Isto também explica o fato de Blavatsky ter feito referência à existência de elementos da futura 5.ª Raça-Mãe em plena Kali-Yuga da 4.ª Raça-Mãe. Seguindo o ritmo normal da Evolução, o Homem deverá completar o pleno desenvolvimento do Mental Superior na última Sub-Raça da atual 5.ª Raça-Mãe da presente 4.ª Ronda. Provavelmente uma grande parte da Humanidade ainda ficará encadeada à Roda de Samsara, até que alcance o paradigma da Evolução Humana durante mais dois Kalpas ou Idades Cósmicas abrangendo duas Raças-Mães. Considerando que cada Kalpa equivale a 4.320.000 de anos, isso totalizará 8.640 milhões de anos segundo os valores ocidentais.

O JIVATMÃ É FRUTO DO SACRIFÍCIO DAS HIERARQUIAS SUPERIORES

Segundo JHS, foi em virtude desse fenômeno que se criou, desde aquela remota Era Lemuriana, a Excelsa Hierarquia Oculta, que em plena Aryavartha (Índia Védica) tomou o nome de Sudha Dharma Mandalam, com o sentido de Grande Fraternidade Branca, Ordem dos Senhores da Lei, Confraria dos Irmãos de Pureza ou Bhante-Jauls, etc., tendo em vista abrigar em seu seio os elevados Seres que, num supremo sacrifício, desceram para ajudar os seus Irmãos menores sobrecarregados com a problemática da existência. Não fosse esse auxílio invisível mas absolutamente eficaz, e apesar dos percalços o Homem não estaria no estágio evolutivo onde se encontra presentemente. Esse sacrifício não foi em vão, pois criaram-se condições para o Jiva poder elevar-se à categoria de Jivatmã, ou seja, a de Homem portador da Consciência Átmica, apanágio das Hierarquias Superiores ou Divinas.

Reiteramos, para maior clareza, que quando se diz que os Assuras “deram” ao Homem o Mental, ou seja, o dom de pensar, não significa que eles doaram tal faculdade, pois a inteligência ou outro dom qualquer são valores intransferíveis. O que houve foi um sacrifício da parte dos Assuras fazendo-se homens, com todas as limitações que isso implica, a fim de puderem transmitir aos seres inferiores um novo estado de consciência ativando-lhes o átomo-semente mental através do desenvolvimento neuro-cerebral, o que sem tão grande sacrifício jamais seria conseguido e firmado. Portanto, o que houve não foi uma doação algo concreto que se presenteia a outrem, mas uma Integração ou Metástase.

As Estâncias de Dzyan referem-se, na sua linguagem cifrada, aos quatro primeiros Kumaras ou Planetários que, usando do seu Poder Criador, deram origem aos quatro Reinos da Natureza, Mineral, Vegetal, Animal e Hominal, nas quatro primeiras Rondas da Evolução da presente Cadeia. Quanto aos três Kumaras que se negaram ao Sexo, na realidade pertencem aos Ciclos ou Rondas futuras. Este mistério está alegorizado na Esfinge construída no Vale dos Reis no Egito, desafiando a inteligência humana para que a decifre.

Translate this Page
Enquete
Qual sua idade?
até 20 anos
20 a 40 anos
40 em diante
Ver Resultados




ONLINE
4





Partilhe esta Página