As Brumas de Avalon 
Sites Grátis no Comunidades.net
Alimentação
Alimentação

Nos lugares em que vivi pelos últimos 25 anos, havia amoras silvestres em profusão, elas amadureciam no outono. Adoro sair para apanhar amoras, o que considero uma profunda experiência de meditação. Dado o calor da estação, visto apenas bermuda e chinelos. Considero que dar às amoras uma chance leal de me ferir é minha pequena disciplina de artes marciais. Meu desafio é manobrar cuidadosamente, ter consciência de cada galho espinhudo à espera de um engano, atravessar a malha protetora de pontas agudas e arrancar os mais gordos e suculentos tesouros da bocarra cheia de dentes do dragão. Poucas vezes saio completamente ileso, vejo os inevitáveis arranhões como honrosas cicatrizes de batalha, rsrs...

São muito comuns os contos românticos da “Grande Caçada”, em que bandos de antigos caçadores vão atrás de mamutes, ursos, focas, búfalos, javalis e gamos para alimentar a tribo. Muitas histórias e filmes retrataram essas caçadas como as maiores aventuras, com as carcaças arrastadas para a aldeia e penduradas em postes, assadas no espeto sobre um fogo ardente. Mas há um outro lado, muito mais importante, nessas sociedades de “caça e coleta”, que muitas vezes é ignorado - os coletores! Mesmo nas culturas mais devotadas à caça, 80% ou mais do alimento vinham da coleta, não da caça.

O moderno estilo de compras de homens e mulheres muitas vezes é comparado à caça e à coleta. Os homens vão as lojas como caçadores, têm uma presa específica em mente, vão direto a ela, apanham-na e chegam em casa com um brado triunfante de vitória. As mulheres no entanto, em geral, vão a loja como a uma coleta, vagam pelos corredores, remexem as moitas, arrancam raízes, viram pedras, sem procurar por nada em particular, mas enfiando tudo o que pareça saboroso no cesto.

Mas sou bem mais um coletor natural que um caçador. Afinal, como nossos ancestrais aprenderam quais plantas, folhas, sementes, frutinhas, raízes, frutos, castanhas, cogumelos e mesmo insetos eram bons para comer, ou medicinais, e quais eram venenosos? Como aprenderam a transformar coisas tão inacreditáveis quanto bolotas ou grãos em alimento? Enquanto os caçadores afiavam a ponta de sua lança e flechas, armavam armadilhas para ursos e mamutes, os coletores aprendiam os fundamentos da agricultura, do herbalismo, da medicina, da farmacologia e da alquimia. Os coletores, tanto homens quanto mulheres, tornaram-se os xamãs tribais, os primeiros feiticeiros. Não apenas descobriram todas as plantas comestíveis e medicinais, como transmitiram seu conhecimento através das eras em manuais denominados herbais.

Busca: À procura de alimentos silvestres

As plantas silvestres comestíveis são encontradas em todo o mundo, em todas as estações. Há frutos, castanhas, framboesas, raízes, grãos, seivas e capins, todos maduros para colher. Basta apenas aprender a reconhecê-los e prepará-los. Arrume um manual sobre plantas silvestres comestíveis em sua região, além de receitas. Qualquer livraria ou loja de equipamentos de camping têm guias desse tipo. Depois saia e veja quantas consegue encontrar e colher. Prepare-as em uma refeição e sirva-as à sua família ou aos amigos da comunidade mágica. A colheita de alimentos silvestres é uma verdadeira Busca, especialmente quando se colhe o bastante para dividir com os outros, comer com cereal e transformar em tortas. Use trajes protetores apropriados e leve um balde ou um cesto. É especialmente divertido sair com os amigos, conversando, cantando, lanchando, brincando e rindo juntos, como os coletores têm feito desde a aurora dos tempos.

Pessoalmente, adoro andar pela floresta em diferentes épocas do ano e encontrar alimentos saborosos crescendo ao meu redor. Quando procuro coisas silvestres para comer (e levar para casa), sinto-me profundamente conectado a meus ancestrais xamânicos ao longo desses muitos milhares de anos. Algumas plantas, porém, são venenosas ou não comestíveis. Uma regra importante é: Nunca coma (ingira, mastigue, engula...) nada que tenha um gosto amargo ou ruim!

Translate this Page
Enquete
Qual sua idade?
até 20 anos
20 a 40 anos
40 em diante
Ver Resultados




ONLINE
5





Partilhe esta Página